Comentários no Blog

PARA COMENTAR SOBRE OS ASSUNTOS, É PRECISO FAZER O CADASTRO.

sábado, 30 de outubro de 2010

Ato contra a Homofobia na USP - SP

Você é contra a homofobia? Então participe da manifestação que vai ocorrer no "Bandejão Central" CRUSP da USP no dia 4 de novembro das 11 às 14hs e das 17:30 às 19:45hs.

Essa manifestação tem por objetivo chamar a atenção para os assassinatos contra LGBT's ocorridos em todo o Brasil e também pela recente agressão na USP contra um estudante de Biologia gay.

"É preciso ter Paz! O mundo necessita dela. Em todos os cantos do planeta ela é a base da evolução e da sobrevivência"...HP

Valeu galera inteligente da USP!!!!

União Estável - Casais Homoafetivos

No dia 13/11/2010, no Piauí será realizada a Festa "DÊ BANDEIRA: VIVA SEU AMOR SEM MEDO!", que contará também com uma solenidade pública para registro de união estável de casais homoafetivos. (ver explicações abaixo)
O objetivo dessa atividade é suscitar o debate sobre os direitos civis LGBT's, além de dar visibilidade às relações afetivo-sexuais de pessoas do mesmo sexo, pois essa é uma forma de quebrar o preconceito que a sociedade ainda tem sobre esse tema.
Assim, se você mantém uma união estável com pessoa do mesmo sexo (ou conhece algum casal que viva!) e deseja registrar, publicamente, essa união, favor entrar em contatocom Marinalva Santana. Seu gesto (ou do casal que você conhece contribuirá - e muito - para o avanço de nossa luta.
Viva o amor entre as pessoas

Marinalva Santana - 9991-3782/8805-3373



REGISTRO DE UNIÕES ESTÁVEIS ENTRE CASAIS HOMOAFETIVOS: O QUE É, COMO SE FAZ, PARA QUE SERVE?


01. O QUE É O REGISTRO DE UNIÕES ESTÁVEIS DE CASAIS HOMOAFETIVOS?



Primeiro, é importante explicitar que, no Brasil, a Lei só faz menção à união estável entre HOMEM e MULHER. Não há, portanto, previsão legal de união estável entre pessoas do mesmo sexo. Vejam os dispositivos que tratam do tema:




“Para efeito da proteção do Estado, é reconhecida a união estável entre o homem e a mulher como entidade familiar, devendo a lei facilitar sua conversão em casamento” (art. 226, § 3º da Constituição Federal)





“É reconhecida como entidade familiar a união estável entre o homem e a mulher, configurada na convivência pública, contínua e duradoura e estabelecida com o objetivo de constituição de família.” (art. 1723 do Código Civil)





“É reconhecida como entidade familiar a convivência duradoura, pública e contínua, de um homem e uma mulher, estabelecida com objetivo de constituição de família.”1 (art. 1º da Lei nº 9278, de 10 de maio de 1996)





Ocorre que, de forma intrépida e inteligente, casais de gays e lésbicas começaram a bater às portas dos Tribunais, pleiteando o reconhecimento dos direitos advindos de suas uniões, contínuas, duradouras e com as outras características das uniões estáveis formadas por homem e mulher. Hoje, já existem várias decisões judiciais favoráveis aos casais homoafetivos.

Com isso, entidades de defesa dos direitos de LGBT idealizaram um documento jurídico para casais que vivem em união estável e que desejavam resguardar direitos. Assim, essas entidades passaram a orientar casais quer seja para feitura de um contrato de convivência ou uma escritura pública. No Piauí, o GRUPO MATIZES orienta casais desde o ano de 2006. Nosso Estado foi o primeiro a realizar uma solenidade pública para registro de uniões estáveis, em novembro de 2006. Cinco casais de lésbicas participaram da solenidade.





02. O QUE É NECESSÁRIO PARA FAZER O REGISTRO DE UNIÃO ESTÁVEL?




Os casais de gays e lésbicas interessados devem ser solteiros(as) ou divorciados(as), maiores de 18 anos e, óbvio ter uma relação contínua, duradoura e, de preferência, também pública!.

Os(as) conviventes devem providenciar os seguintes documentos: Identidade, CPF, comprovante de endereço e certidão de nascimento (ou casamento, com a averbação do divórcio). Depois, é só fazer o contrato e registrá-lo em Cartório. Devem ser levadas duas testemunhas.

03. PARA QUE SERVE O REGISTRO DE UNIÃO ESTÁVEL?




Para resguardar direitos dos(as) conviventes. Hoje, o contrato de união estável pode ser usado como meio de prova para inclusão de companheiro(a) em institutos de previdência (IAPEP, IPMT, INSS). Também pode servir como meio de prova em processos judiciais, no caso de morte de um(a) dos(as) conviventes.

Ressalta-se que, caso ocorra o fim do relacionamento, o contrato pode ser desfeito, basta os(as) interessados quererem.

É importante saber que o registro de união estável não é um casamento. O casamento é um outro instituto, disciplinado pelo art. 1511 a 1590 do Código Civil e, de acordo com Lei, somente casais heteros podem contrai-lo.




Portanto, se você mantém há algum tempo relação afetivo-sexual com uma pessoa (convivência contínua e duradoura) e essa relação é de conhecimento, pelo menos, de amigos mais íntimos, você vive uma união estável!






1-Com o advento do Código Civil de 2002, há o entendimento de que a Lei nº 9278/2006 foi revogada

domingo, 24 de outubro de 2010

Festa do Halloween na casa da Adriana Acessórios Arco-Iris

Foi um maravilhoso encontro de amigos e até a Lua colaborou. A decoração estava Show...



Convidados




Mere (ChaBanais), Dimitri, Takeo e Junior (Arrasabi)




DJ Fabio Lima e Beyoncé




Convidados




Mere (ChaBanais) e Junior (Arrasabi)




Convidados




Adriana e convidados




Convidados




Mere (ChaBanais) e Rose




Convidados

sábado, 23 de outubro de 2010

Filme sobre Freddie Mercury

Segundo o roteirista Peter morgan, o filme não conterá nada relativo à Aids. Vai se concentrar mais na vida do vocalista da banda britânica Queen e em seu relacionamento com os membros do grupo.
Freddie, nascido Farrokh Bommi Bulsara, nasceu em 5 de setembro de 1946, em Stone Town, ilha africana de Zanzibar. Foi para a Inglaterra em 1964 e em 1971 formou a banda Queen.
Morreu em 1991, vítima da Aids, um dia antes de ter admitido publicamente que tinha a doença. Estava com 45 anos.
O ator britânico Sacha Baron Cohen (Borat), viverá o cantor na telona. O filme já está em fase de planejamento e as filmagens poderão se iniciar ainda este ano.
O roteiro musical será a trajetória do grupo até o ano de 1985.

SALVE GRANDE MERCURY...VAMOS AGUARDAR!!!

sábado, 16 de outubro de 2010

5º Encontro Regional Sudeste TT






Pessoas, bom dia!
Segue anexo CONVITE OFICIAL & PROGRAMAÇÃO do 5º ENCONTRO REGIONAL SUDESTE DE TRAVESTIS E TRANSEXUAIS, que, por conta do 2º turno das eleições, no dia 31/10, domingo, o mesmo será realizado em novo período, de 01 a 05/11/10.
Ainda estamos no aguardo de sugestão de nomes para composição das Rodas de Conversa e Relatorias dos Grupos de Trabalho.
Alguns convidados já confirmaram presença ao evento.

Favor divulgar a seus contatos.
Aguardamos retorno de tod@s.

Atenciosamente,


Fernanda de Moraes - Coordenadora TRANSpondo Sudeste
(11)9878-9063 - VIVO (11)8790-2139 - TIM
(11)6665-8810 - OI (11)9126-2912 - CLARO


PROGRAMAÇÃO
Dia 01/11/2010 – SEGUNDA-FEIRA

12h00 - Chegada e Recepção no Hotel
13h00 - Inscrições e Credenciamento – AUDITÓRIO
13h30 - Exposição de fotos de TT e dos 4 Encontros Sudeste
14h30 - Cooffee Break de Boas Vindas
17h00 - Leitura e Aprovação do Regimento Interno – AUDITÓRIO
Coordenação: Flávia de Araújo (Instituto APHRODITTE – São Paulo/SP)
Brunna Valin (ARTT’S – São José do Rio Preto/SP)
Luciana Stocco (CASVI – Piracicaba/SP)
18h30 - Abertura Oficial do 5º Encontro Regional Sudeste – Hino Nacional Brasileiro
Mestra de Cerimônia: Fernanda de Moraes - Instituto APHRODITTE – SP
Mesa de Abertura: Franco Reinaudo - CADS/SMPP/PMSP
Dr. Dimitri Sales - CEPDS/SEJDC
Jovanna Baby - Presidente ANTRA
Representante Fórum Paulista de Travestis e Transexuais
Cássio Rodrigo – Secretaria de Humanidades PM Santo André/SP
Dra. Maria Clara Gianna Garcia - Coordenadora Estadual de DST/AIDS
Breno de Souza Aguiar (PM DST/AIDS)
Representante (Sociedade Civil) – RJ
Representante (Sociedade Civil) – ES
Representante (Sociedade Civil) – MG
Representante DN DST/AIDS e Hepatites Virais
20h00 – Jantar com Atração Cultural: Jane di Castro - Rio de Janeiro/RJ


Dia 02/11/2010 – TERÇA-FEIRA

06h00 – Café da Manhã
09h30 – Roda de Conversa 01: Saúde Pública - Hormônios, Silicone e Cirurgia de Readequação Sexual. É só disso que precisamos?
Mediação: Brunna Valim (Fórum Paulista de Travestis e Transexuais – S. J. do Rio Preto/SP)
Representante (Ambulatório de Saúde TT – São Paulo/SP)
Representante (Ambulatório de Saúde TT – Uberlândia/MG)
Representante (Secretaria Estadual de Saúde - RJ)
Representante (Secretaria Estadual de Saúde - ES)
Dra. Ana Maria Costa (Ministério da Saúde)
Clara Cavalcante – Psicóloga (Fórum Paulista de Travestis e Transexuais – Jandira/SP)
11h30 – Grupos de Trabalho: Quais nossas verdadeiras necessidades na Saúde Pública?
Coordenação GT1: Relatoria:
Coordenação GT2: Relatoria:
Coordenação GT3: Relatoria:
13h30 – Almoço
15h00 - Roda de Conversa 02: Direitos Humanos & Exclusão Social. Qual o nosso papel na Educação Social?
Mediação: Silvia Reis (Grupo Diversidade – Boa Vista/RR)
Franco Reinaudo (Coordenador CADS/SMPP – São Paulo/SP)
Dra. Maggi (Reprolatina/PATHFINDER do Brasil)
Prof. Sérgio Aboud (Universidade Federal Fluminense – Rio de Janeiro;RJ)
André Lázaro (SECAD – Ministério da Educação)
Fernanda Benvenutty (ASTRAPA – João Pessoa/PB)
Janaina Leslão Garcia (Conselho Regional de Psicologia/SP)
17h00 – Grupos de Trabalho: Qual a realidade de cada Estado: SP, RJ, ES e MG
Coordenação GT1: Relatoria:
Coordenação GT2: Relatoria:
Coordenação GT3: Relatoria:
19h00 – Finalização dos GTs
20h00 – Jantar com Atração Cultural: Jane di Castro - Rio de Janeiro/RJ


Dia 03/11/2010 – QUARTA-FEIRA

06h00 – Café da Manhã
09h30 – Roda de Conversa 03: Profissionais do Sexo X Violência: Qual a realidade na Segurança Pública?
Mediação: Rhayana Meireles (Fórum Paulista de Travestis e Transexuais – S. J. dos Campos/SP)
Dra. Margareth Barreto – Delegada DECRADI(Secretaria Estadual de Segurança Pública – SP)
Dr. Cláudio Nascimento (SUPERDIR – Rio de Janeiro/RJ)
Dra. Vânia Dias (Secretaria Nacional de Segurança Pública – SENASP)
Dr. Dimitri Sales (Coordenador CEPDS/SEJDC – São Paulo/SP)
Jovanna Baby – (Presidente ANTRA)
Jéssica de Lima (Fórum Paulista de Travestis e Transexuais – Valinhos/SP)
11h30 – Grupos de Trabalho: Somos Cidadãs, mas onde estão nossos Direitos Humanos?
Coordenação GT1: Relatoria:
Coordenação GT2: Relatoria:
Coordenação GT3: Relatoria:
13h30 – Almoço
15h00 – Roda de Conversa 04: Planos de Enfrentamento da Epidemia de AIDS: O que está sendo realizado?
Mediação: Bárbara Cristina (Instituto APHRODITTE-SP – Suzano/SP)
Tathiane Araújo (ASTRA SE - Aracaju/SE)
Márcia Giovanetti (CE DST/AIDS – SP)
Representante (CE DST/AIDS – RJ)
Representante (CE DST/AIDS – ES)
Representante (CE DST/AIDS – MG)
Representante (DN DST/AIDS e Hepatites Virais)
Keila Simpson (ATRASBA – Salvador/BA)
17h00 – Grupos de Trabalho: Estratégias na Prevenção: O que temos a acrescentar?
Coordenação GT1: Relatoria:
Coordenação GT2: Relatoria:
Coordenação GT3: Relatoria:
19h00 – Finalização dos GTs
20h00 – Jantar com Atração Cultural: Renata Péron e Angêla Lecrerry

Dia 04/11/2010 – QUINTA-FEIRA

06h00 – Café da Manhã
09h30 – Roda de Conversa 05: Rumos e Perspectivas do Movimento Regional de Travestis e Transexuais
Mediação: Beto de Jesus (ILGA/ABGLT)
Representante Homens Transexuais (SP, RJ, MG, ES)
Taís Souza – Assistente Social (Representante Mulheres Transexuais SP
Giselle Meirelles Casani – Coordenadora Grupo TRANSrevolução (Representante Mulheres Transexuais RJ)
(Representante Mulheres Transexuais MG, ES)
Kika Medina – Agente de Saúde (Representante Travestis Melhor Idade SP)
Miriam Queiroz – Pesquisadora (Representante Travestis SP)
Welluma da Cunha – Militante (Representante Travestis RJ)
Aniky Lima – Educadora Social (Representante Travestis MG)
Vanilly Borghi – Cabeleireira (Representante Travestis ES)
Keila Simpson & Fernanda Benvenutty (Representante ANTRA)
11h30 – Grupos de Trabalho: Relações e Conflitos de Identidade de Gênero: Transexuais & Travestis: Quem somos?
Coordenação GT1: - TRANSEXUAIS – Relatoria:
Coordenação GT2: - TRAVESTIS – Relatoria:
13h30 – Almoço
15h00 - Plenária Final: Apresentação e Aprovação da Carta do 5º Encontro Regional Sudeste de Travestis e Transexuais
Coordenação: Vanilly Borghi (GOLD - Colatina/ES)
Liliane Anderson (UFMG - Belo Horizonte/MG)
Janaina Lima (Grupo Identidade – Campinas/SP)
18h30 – Apresentação do Documentário: TRANSLATINA
20h00 - Jantar de Encerramento com Atração Cultural: Renata Péron e Angêla Lecrerry.


Dia 05/11/2010 – SEXTA-FEIRA

07h00 - Café da Manhã
09h00 - Passeio Turístico
12h00 - Retorno para os Estados

PARADA DO ORGULHO LAICO

A Parada do Orgulho Laico é um dia de manifestações dos cidadãos que prezam pela separação entre o Estado e a Religião.

Diante das recentes campanhas dos candidatos à presidência da república nas Eleições 2010, com discursos que apenas contemplam os princípios religiosos na sociedade, um movimento espontâneo de reafirmação do Estado Laico surgiu no Twitter.

A Parada do Orgulho Laico acontecerá no mesmo dia de votação do 2º turno para presidente do Brasil (dia 31 de Outubro). Para participar basta votar com uma camiseta preta ou branca estampada com a palavra #OrgulhoLaico.

Divulgue a Parada do #OrgulhoLaico nas suas redes!

Fonte: www.sarcastico.com.br

.

Mulherada, vamos aderir à Parada do Orgulho Laico?
Já estou providenciando a minha camiseta!
beijos
Márcia Balades

"Eu prefiro ser uma metamorfose ambulante do que ter aquela
velha opinião formada sobre tudo" Raul Seixas

IV Parada do Orgulho LGBT da cidade de Mauá

quarta-feira, 13 de outubro de 2010

Lançamento do Calendário 2011, por Matheus Moura do Site Bigorna.net de Uberlândia - MG

Calendário Chabanais 2011 homenageia personagem de HQs
Por Matheus Moura
13/10/2010
Está programado para novembro próximo o lançamento do Calendário Chabanais 2011, idealizado por Mere Karnikovski. O projeto tem foco no público LGBT e sempre homenageia as personalidades gays do ano em suas páginas. Para a nova versão do calendário Anita Costa Prado, e sua personagem Katita, marcará presença como representante da 9ª Arte.

O Calendário Chabanais 2011 possui tiragem de 30.000 exemplares distribuídos por diversas cidades brasileiras. O projeto gráfico está a cargo do fotógrafo Sergio Donegá (Sol). O Calendário também trará informações de utilidade pública relacionadas às DST's e às leis que já foram aprovadas em benefício da comunidade LGBT, todas traduzidas para o inglês e espanhol. O lançamento ocorrerá durante a Parada Gay do Rio de Janeiro em novembro.

Mais informações pelo e-mail mariank_cg@hotmail.com





Release Calendar 2011 by Matheus Moura Bigorna.net Site Uberlândia - MG


Calendar 2011 Chabanais honors comic character
By Mathew Moura
13/10/2010

It is scheduled for release in November next Chabanais Calendar 2011, created by Mere Karnikovski. The project focuses on LGBT and gay men always honor the personalities of the year in its pages. For the new version of the calendar Anita Costa Prato, and his character Katita, will attend as representative of the 9th Art.

Calendar 2011 Chabanais has a circulation of 30,000 copies distributed in several Brazilian cities. Graphic design is the responsibility of the photographer Sergio Donegá (Sol). The calendar will also bring information of public interest related to STDs and the laws which have been approved for the benefit of the LGBT community, all translated into English and Spanish. The launch will take place during the Gay Pride Parade of Rio de Janeiro in November.


More information by e-mail mariank_cg@hotmail.com

terça-feira, 12 de outubro de 2010

1ª Parada Gay violenta em Belgrado (Sérvia)

A 1ª parada Gay realizada em Belgrado no dia 10/10/2010 foi muito violenta devido à confrontos entre grupos de jovens homofóbicos e forças de ordem. Houve 122 pessoas feridas, 180 detidas (75 ainda estão presas).
Eram cerca de mil participantes devidamente protegidos pela polícia local e antes do início da parada os grupos contrários atacaram os policiais.
O Presidente sérvio Boris Tadec classificou como vandalismo o ocorrido e determinou que todos os desordeiros fossem detidos.
Houve ataque dos manifestantes à Sede do Partido Socialista da Sérvia e, segundo o Ministro de Defesa Dragan Sutanovac, esses ataques foram uma agressão contra a vida de pessoas que estavam trabalhando no prédio numa demonstração de grande ódio. Salientou que esses ataques nada tinham a ver com a Parada do Orgulho LGBT, que foram planejados por organizações nacionalistas que se aproveitaram do evento para fazer semelhante violência.

Elton John e Ricky Martin em campanha contra a violência aos homossexuais nos Estados Unidos.

Agencia EFE

imprimir
Nova York, 5 out (EFE).- Os cantores Elton John e Ricky Martin uniram forças e manifestaram seu apoio em um vídeo divulgado hoje para uma campanha liderada por sua colega americana Cindy Lauper pelo fim da violência contra homossexuais nos Estados Unidos.

"Quando fico sabendo de um crime por orientação sexual, fico horrorizado e triste", disse o britânico no vídeo da nova campanha promovida pela fundação True Colors, conduzida pela cantora, que fornece apoio a comunidade gay, lésbica, bissexual e transexual.

O projeto foi criado depois que foram reportados recentemente vários casos de suicídio entre jovens americanos homossexuais, por não conseguirem suportar o assédio, e também inúmeros ataques em locais onde membros dessa comunidade frequentam em Nova York.

"A cada hora, um desses atos de violência e intimidação ocorre neste país. Está na hora das coisas mudarem", diz Ricky Martin no vídeo. O cantor assumiu publicamente sua homossexualidade em março.

"Como pais, como pessoas e como nação temos que agir e dizer 'já basta'. Não vamos tolerar o ódio nunca mais", assegurou Cindy, que convidou todo mundo para "mostrar às crianças que não tem problema em ser diferente".

A cantora, cuja fundação é dedicada há anos à defesa dos direitos dos homossexuais e à assistência à comunidade através de vários programas, convidou os americanos a tratar "todos com dignidade e respeito".

"Jamais se deve perseguir nem prejudicar ninguém por causa de sua orientação sexual, gênero, raça, religião ou qualquer outra característica que o rotule de 'diferente'. As coisas têm que mudar", acrescentou.

A campanha da True Colors coincide com um momento em que várias celebridades, como a apresentadora Ellen DeGeneres, manifestaram sua consternação perante o aumento de suicídios entre jovens homossexuais.

Chamou a atenção o caso de Tyler Clementi, um talentoso violinista de 18 anos que se jogou no rio Hudson (que separa Nova York de Nova Jersey) no dia 22 de setembro porque não aguentou a pressão de alguns colegas da universidade, que aparentemente postaram na internet um vídeo que ele aparece mantendo relações sexuais com outro rapaz.

Além disso, no último final de semana, um dos bares gays mais famosos em Nova York, o Stonewall Inn - onde há 41 anos se iniciaram os distúrbios que marcaram o nascimento do movimento internacional pela defesa dos direitos dos homossexuais - foi palco de uma agressão homofóbica. A Polícia deteve dois jovens, de 21 e 17 anos, que agrediram um cliente após proferir insultos discriminatórios e tentar roubá-lo. EFE

domingo, 10 de outubro de 2010

Direitos e os líderes religioso Homofóbicos‏

DIREITO DAS PESSOAS HOMOSSEXUAIS, PL 122 E OS LíDERES RELIGIOSOS HOMOFÓBICOS

PL 122: Um tema nem tão controverso

Certamente lhes será surpreendente ler este tema. Perguntam-me o motivo de promover este assunto e alguns, imbuídos de má vontade digam, talvez, até que isto depõe contra a Igreja. Mas qual é o objetivo que quero alcançar? Muito simples. O tema da sexualidade e em especial o da orientação homossexual, é um tema bíblico, teológico e pastoral. Aquilo que pretendo discutir, não é a sexualidade em si, pois para ela dedico quase nada de meu tempo, mas sim que coloco o tema frente a diferentes escolas de interpretação das Escrituras e de nossa identidade como cristãos e cristãs. Esse debate não é secundário, mas importante e necessário em nossa vida como Igreja e fudametal para cm testemuhams a fé em Jesus Crist. Este debate é aquele pelo qual nossa identidade de cristãos e cristãs se mantém ou cai.
Para sermos salvos temos que ter fé em Deus e amor no coração e não ter essa ou aquela orientação sexual. A fé e o amor nos libertam de toda servidão de uma serie de tiranias, entre elas, a lei. Este eixo central de nossa hermenêutica bíblica ? fé e amor - não é negociável e nos liberta de toda tentação moralizante que tendemos a colocar na obra de Jesus de Nazaré a quem confessamos como o Cristo do Deus do Reino.
A reação de lideres cristãos ao PL 122 que pretende punir o crime de homofobia, é sumamente clara e um exemplo deste debate. Seus sermões, seus abaixo assinados, suas pressões no Congresso, suas chantagens e suas mentiras, nos revelam sua forma de fazer hermenêutica bíblica e confessional e a medida de seu compromisso com a causa do Reino de paz e de justiça, pretendido e anunciado por Jesus Cristo.
Em primeiro lugar todo debate sobre sexualidade, orientação sexual e matrimonio é um debate colocado no Reino Secular e não no Reino de Deus. A diferença destas duas áreas da soberania de Deus é essencial que a mantenhamos. No Reino Secular empregamos como ferramenta de análise a razão, enquanto que no Reino de Deus utilizamos a Revelação. Portanto nossas interferências como lideres religiosos no Reino Secular afetam o espaço de serviço e promoção de diretos de nosso próximo, seja ele crente ou não, e um dia teremos de prestar contas delas ao Senhor da Vida. Nesse espaço temos que conseguir que todos os seres humanos, bons ou maus, sejam considerados espaços sagrados e pessoas que têm igualdade de diretos.
Temos que recordar junto aos religiosos homofobicos que a Palavra de Deus não é um livro, mas sim uma Pessoa: Jesus Cristo que nos revela o amor de Deus. Temos que recordar o Credo que confessamos: Qui propter nos hómines et propter nostram salútem Descéndit de cælis. Et incarnátus est de Spíritu Sancto Ex María Vírgine, et homo factus est.?
Esta é nossa cristologia. Não há mérito, condições e orientação sexual que nos impeça de nos aproximar-nos desta obra libertadora de todas as tiranias, de todos os estigmas, de todas as exclusões e de todas as discriminações que são fonte de morte e injustiça que é Evangelho de Jesus Cristo. Jesus Cristo não é Moisés e não devemos confundir a Lei com o Evangelho. A Igreja deve anunciar sempre e em toda circunstancia a graça surpreendente e escandalosa de Deus. Essa é nossa tarefa, vocação, missão e visão.
A Bíblia tem diversidade de livros de distinta qualidade e muitos de seus relatos são historias realmente pouca santas. A santidade da Palavra de Deus, que sempre é o Cristo de Deus, não se confunde com a santidade de um livro com diversas qualidades de livros, tanto entre eles como dentro deles. Nem todos têm a mesma santidade e nem tudo revela na plenitude o Evangelho, as boas novas da iniciativa de Deus de reconciliar e reconciliar-se com a criação. Quando falamos de sexualidade e casamento, estamos falando de acordos sociais que tentam proteger direitos, alguns deles muito duvidosos. O conceito, as formas e os ritos do matrimonio são uma construção cultural e religiosa. As Escrituras são um testemunho das diversas formas em que se interpretou dentro das Escrituras mesmas este conceito e a historia da liturgia e da teologia do matrimonio na comunidade cristã mostram essa constante construção e diversidade de pontos de vista sobre este tema realmente social. Quando falamos em sexualidade, homossexualidade, homofobia, casamento não estamos discutindo sobre as Escrituras, mas sim sobre acordos e leis humanas, sobre ritos humanos que não necessitamos celebrar em uniformidade. Diferente é quando falamos em amor, ?porque o amor procede de Deus e conhece a Deus, pois Deus é amor? (1Jo 4,7-8).
Ataques aos direitos sociais das pessoas homossexuais nos desafiam a pensar novamente sobre como vivemos o compromisso que nossa fé impõe a nossa fidelidade ao Evangelho. O exercício da sexualidade não é central para nossa salvação, mas sim a fé e o amor. Ou alguém pensa que se salvará pelo exercício dessa ou daquela sexualidade? Condição sexual não é condição para crer e amar. Aceitamos realmente que só Cristo salva e evitamos qualquer outro caminho tentador pelo qual queiramos chegar a santidade e a libertação de todas as tiranias? Aceitamos só a Escritura para evitar que alguma cerimônia humana ou uma tradição cultural se infiltre em nosso conceito de inclusividade? Continuamos crendo que só a graça para que nenhum ato, obra, mérito, condição humana se infiltra em nosso conceito de discipulado e ainda sustentamos que a fé e o amor são as condições da salvação para que nunca voltemos a cair no sistema que busca a salvação através do cumprimento da Lei?
Alguns lideres religiosos podem, com todo direito, dizer não às conquistas das pessoas homossexuais e podem tentar justificar isso com sua fraca teologia, mas é realmente uma heresia pretender impor esse não à totalidade da Igreja de Cristo. Os que consideram um pecado os atos homossexuais exercidos com amor e respeito e relacionamentos estáveis têm que explicar-me como e com que hermenêutica lêem as Escrituras.
Oro e trabalho para que o Espírito que não se confunde com a Letra nos ajude a realizar um discernimento de nossa forma de ser cristãos e cristãs que queremos ser obedientes à tarefa de anunciar bênção e não condenação e preconceito. Também trabalho e oro para pedir a graça de Deus que abunde de forma que recupere na Igreja de Cristo seu lugar central do qual nunca teveriamos te-la tirado. Só o Espírito que nos ajuda a não confundir a letra com a Palavra e a Graça radicalmente inclusiva de Deus nos pode ajudar a resolver estes temas.

Deus os abençoe com paz e alegria.

Padre Gelson Piber
F: 71 9614 6413

Publicado orinalmente em: http://gelsonpiber.blogspot.com/2010/04/pl-122-e-os-lideres-religiosos.html

domingo, 3 de outubro de 2010

HPV - O inimigo que você não vê...

O que é o HPV?

HPV (papilomavírus humano) é um vírus comum que afeta homens e mulheres. É uma das doenças mais sexualmente transmissível(DST). Existem pelo menos 100 tipos diferentes de HPV e 30 deles afetam a área genital.

É uma doença que não apresenta sintomas e em geral desaparece sem tratamento, mas em algumas pessoas ele pode se manisfestar ocasionando verrugas no orgão genital ou lesões que, não sendo tratadas, podem progredir para o câncer de colo do útero, vagina, vulva e ânus.

Por esses motivos é muito importante realizar os exames ginecológicos regularmente. Você pode obter de seu médico todas as informações sobre os cuidados que deve ter para não contrair essa doença tão perigosa.

Algumas das dicas são:

- Reduzir o número de parceiros sexuais;

- O uso do preservativo é fundamental, mas no caso do HPV não é suficiente, pois o vírus pode estar alojado também em partes da área genital que estão fora do alcance do preservativo;

- Se você suspeitar que seu parceiro(a) tenha DST, incentíve-o(a) a consultar o médico e fazer o tratamento. Não tenha relações sexuais até que tudo esteja tratado.

- Não compartilhe objetos de uso íntimo com outras pessoas e, objetos de uso comum como vasos sanitários e toalhas, devem estar muito bem higienizados.

A melhor forma de prevenção contra o HPV é a vacinação e o ideal é que as meninas sejam vacinadas antes do início da atividade sexual. Mulheres que ainda não se infectaram ou mesmo as que já tiveram contato com algum dos tipos de HPV, podem se beneficiar com a vacinação.

Vale lembrar que os cuidados com a prevenção são muito importantes...sem eles a vacina não terá eficácia.

LEMBRE-SE: qualquer pessoa pode adquirir HPV desde que esteja em atividade sexual, portanto preocupe-se consigo mesmo...CUIDE-SE!!!

A PREVENÇÃO É TUDO!!!

sábado, 2 de outubro de 2010

Pamela Soares

Pamela Soares, uma de nossas estrêlas do Calendário 2011, apresentará o seu grande Show representando ChaBanais no evento pré-parada no Rio de Janeiro.


Pamela Soares, one of our stars of the 2011 calendar, make your big show at the event representing Chabanais pre-parade in Rio de Janeiro.